CarregandoAguarde

Única - Gestão Transparente em Saúde

Central de Atendimento Única Gestão: Telefone (11) 3218-2290

Digite uma palavra...


Diálise Peritoneal

(Parte 1)

Introdução para Pacientes e seus Familiares

Muitas  pessoas ao redor do mundo podem possuir “Doença Renal Crônica”: perda  total e permanente das funções dos rins (falência renal). A falência  renal pode afetar qualquer pessoa e pode ocorrer a qualquer momento da  vida. A doença normalmente progride de forma gradual, e os sintomas nem  sempre são percebidos até que realmente necessite de tratamento.

Para o tratamento da doença renal crônica em fase terminal é necessário  optar por algum tipo de Terapia Renal Substitutiva (TRS).

A Terapia Renal Substitutiva é o tratamento que   exerce as funções dos rins que, quando doentes, não conseguem mais executar.

A perda da função renal, não deve em hipótese alguma ser vista como um  problema intransponível ou confundida com uma situação terminal de vida  porque, uma vez diagnosticada, você pode optar por vários tratamentos.

Este guia é dirigido ao portador de doença renal, que necessita iniciar uma Terapia Renal Substitutiva e a seus familiares.

O portador da doença deve conversar com seu médico nefrologista e  procurar mais informações sobre todas as opções de Terapia Renal  Substitutiva.

É necessário que se escolha junto aos familiares e a equipe clínica a melhor alternativa de tratamento para manter a qualidade de   vida do portador.

Conforme  a legislação vigente (RDC/ANVISA/Ministério da Saúde – n°154/2004,  republicada em 31/05/2006), é um direito do paciente ser informado  sobre as diferentes alternativas de tratamento, seus benefícios,  garantindo-lhe a livre escolha do método, respeitando as  contra-indicações.

O que os Rins Fazem Normalmente?

img

Os rins são órgãos em número de 2, na forma de grão de feijão, localizados  na região lombar, dos dois lados da coluna vertebral,
logo acima   da linha da cintura.

Os rins saudáveis atuam como uma equipe de limpeza do sangue durante as 24  horas do dia, exercendo diversas funções, principalmente:

img1. Filtrar as substâncias tóxicas retidas no   organismo.

2. Eliminar o excesso de água, através da urina.

Além  de metabolizar e eliminar os líquidos e alimentos ingeridos pelo  organismo, os rins possuem funções complexas e indispensáveis para  manter o funcionamento saudável do corpo, tais como:

  • Produzir uma grande variedade de hormônios que ajudam a fabricar células vermelhas do sangue, de forma que o oxigênio possa ser transportado por  todo o corpo.
  • Produzir Vitamina D na sua forma ativa para assegurar que os ossos sejam mantidos fortes e sadios.
  • Controlar a pressão sanguínea.

Portanto, quando os rins param de funcionar, o corpo pode ser   afetado de várias formas. A maioria das pessoas com falência renal sentem-se mal antes de iniciar o tratamento. Os sintomas variam,  mas geralmente incluem náuseas e vômitos, perda de apetite, coceira na pele, cansaço, inchaço nas mãos e tornozelos e freqüentes distúrbios do sono.

Quais são as Terapias de Substituição Renal?

Apesar  de ainda não existir a cura para a doença renal em fase terminal, estão  disponíveis no Brasil a hemodiálise e as modalidades de Diálise  Peritoneal como alternativa de Terapia Renal Substitutiva. Esses tratamentos são autorizados, regulamentados e subsidiados pelo SUS -  Sistema Único de Saúde.

Continue lendo sobre a Diálise Peritoneal nos links relacionados.
Página publicada em: 16/07/2009

Clinica On Line
 

Qual seu tipo de acesso?

Sou Paciente Sou Médico ou Profissional

Acesso exclusivo para:
médicos, enfermeiros e Profissionais

Voltar

Acesso exclusivo para Pacientes

Voltar

 

Calcule seu IMC

Índice de Massa Coporal Dite seus dados e calcule o seu
Índice de Massa Corpórea


Peso: Altura:

+ Veja outras ferramentas

Apoio: Baxter


Fechar